Intelectualidade: ferramenta do profissional vencedor

Intelecto é entendimento, inteligência. Há que buscar-se ininterruptamente esses valores, armazená-los no crânio, aperfeiçoá-los e fazer deles uma ferramenta para transformações e conquista do sucesso! 

Todo profissional deve evoluir intelectualmente, ter conteúdo, embasamento, coisas a dizer que modifiquem opiniões, alterem padrões e renovem conceitos existentes. E profissionais nesse nível serão sempre ouvidos, consultados e tidos como exemplo de referência top. 

O intercâmbio de informações entre pessoas cultas e obstinadas pelo saber enriquece a inteligência e transformam-nas em pedra-mais-que-preciosa. A intelectualidade é uma fortaleza onde o dragão da dificuldade é facilmente vencido pela lança da sabedoria. 

Ninguém é um planeta isolado, vagando sem órbita, desprendido dos umbrais do grande sistema. Todos nós estamos atrelados à evolução que determina o espaço a ser ocupado. E os melhores espaços estão destinados àqueles que fazem da fonte da intelectualidade sua geradora de luz; uma luz portentosa que há de acompanhá-los ao longo da vida. 

A mente humana é fantástica. É capaz de criar, armazenar e gerenciar bilhões de informações. Nosso intelecto, ilimitado, deve ser usado para nos impulsionar ao ápice das realizações. Logo, quando usamos o poder da intelectualidade para gerar coisas novas, dignas e louváveis, indiscutivelmente o resultado é pródigo de lucros e êxitos. 

Sob o âmbito profissional, sua intelectualidade deve ser carreada para fora da sua sala ou do seu setor. Não deve ficar limitada ao seu teclado de computador, à sua bancada, ou à ponta da sua chave-de-fenda. E também deve estar exposta, seja nos livros, nas artes, nas salas de aula... A matéria-prima da mente humana é a inteligência, a intelectualidade, as ideias. São bens intangíveis, geradores de riquezas imensuráveis. 

Você pode até não ter frequentado um banco de faculdade, mas sua intelectualidade pode ser fantástica. Aliás, ela é definida como um “entendimento, inteligência, faculdade de compreender. Conjunto das faculdades intelectuais.” (Michaellis). Obviamente que, com a soma dos conhecimentos escolares e livrescos, o intelecto é despertado e aumenta sua abrangência e potencial. Por isso, você não deve abster-se da leitura e da aprendizagem, seja de que fonte provenha, pois esse exercício constante o credenciará a impactar ainda mais sua intelectualidade e ela lhe dará como retorno conquistas, realizações, sucesso.


Inácio Dantas
http://gestao-e-lideranca.blogspot.com