Jornada do Centro de Reabilitação Física discute prevenção do AVC

Nesta quinta-feira (27) o Theatro Municipal Capitólio recebeu uma manhã de atividades pela quarta edição da Jornada do Centro de Reabilitação Física de Varginha. Os participantes assistiram a quatro palestras que trataram do tema central: “Acidente Vascular Encefálico – Como Prevenir?”. 

O evento organizado pela Prefeitura de Varginha e o Hospital Regional do Sul de Minas, através do Centro de Reabilitação Física, contou com a presença da sub-secretária de Saúde, Valma Goulart, que reforçou a importância dos estudos e o aprimoramento de conhecimentos para um atendimento mais eficaz à população, e do vereador Rogério Bueno, que na abertura lembrou do trabalho realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência Física de Varginha (Codeva). 

A coordenadora do Centro de Reabilitação Física de Varginha, Namar Figueiredo, disse que a jornada se tornou tradicional e tem como público-alvo os trabalhadores da saúde e os estudantes da área. “Hoje tratamos de um tema muito atual e vemos o interesse destes profissionais em trocar experiência e adquirir mais conhecimento com os nossos palestrantes”, afirmou. 

A jornada contou com as palestras do médico neurologista Italo Daneli Ventureli, da cardiologista Ana Márcia de Melo, do fisioterapeuta Genner Azarias Mendes, e da terapeuta ocupacional Graziela Silva Gomes. 

AVE - O acidente vascular cerebral ou acidente vascular encefálico, chamado POPULARMENTE de derrame cerebral, é caracterizado pela perda rápida de função neurológica, decorrente do entupimento ou rompimento de vasos sanguíneos cerebrais e trata-se de uma emergência médica que pode evoluir com sequelas ou morte, sendo a rápida chegada no hospital importante para a decisão terapêutica. No Brasil, a principal causa de morte são as doenças cardiovasculares (cerca de 1 a cada 3 casos), com o AVC representando cerca de um terço das mortes por doenças vasculares.