Mais de 2 milhões de estudantes ainda não pagaram o Enem

As inscrições para a edição 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terminaram nesta segunda-feira, mas muita gente ainda não pagou pela inscrição. Foi o que anunciou nesta terça-feira o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que afirmou que mais de 2 milhões de candidatos devem fazer o pagamento de R$ 35 até esta quarta-feira, prazo máximo para que se possa fazer a prova.

A exceção à regra são os estudantes que concluíram o ensino médio em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar da Educação Básica em 2013. Além deles, não precisam pagar a taxa de inscrição aqueles que têm renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

Mercadante destacou que o prazo de pagamento não será prorrogado:

"Esses 2.181.145 têm que pagar R$ 35 até amanhã para poder confirmar a sua matrícula, se não o fizerem não poderão participar do Enem"

O ministro também aproveitou para criticar o hábito dos brasileiros de deixarem para tomar decisões na última hora. Mais de 1,7 bilhão de candidatos optaram pela aventura e deixaram para realizar a inscrição no último dia - destes, mais de um milhão se cadastraram faltando menos de quatro horas para o fim do prazo. Para Mercadante, o primeiro requisito para participar do Enem é o planejamento:

"No ano passado, muitos candidatos deixaram para ir para o local de prova na última hora e encontraram os portões fechados. Outros esqueceram os documentos e não puderam entrar. É preciso se planejar"

Segundo o Ministério da Educação (MEC), o número de estudantes que ainda não pagaram a inscrição representa 27,8% dos 7.834.024 inscritos. A edição de 2013 do Enem bateu recorde de candidatos, superando os 5.971.290 de inscritos em 2012. As provas acontecerão nos dias 26 e 27 de outubro.