Alterar o tamanho da letra

12 de fevereiro de 2014

Correios definirão em breve organizadora de concurso

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) ainda não divulgou o prazo para a publicação do tão esperado edital do seu novo concurso público. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, o processo de contratação da organizadora não está concluído, portanto, não há definição quanto à empresa e data para a realização da seleção.

Assim que a escolha for ratificada, o edital não deve tardar a ser publicado. Principalmente porque o certame já sofreu atrasos por conta de ação judicial movida contra os Correios. Diante disso, a expectativa é de que a estatal tenha pressa para realizar o novo concurso.

Vale lembrar que em julho de 2013 houve a decisão da 15ª Vara do Trabalho de Brasília, que prorrogou a validade do último concurso público dos Correios. Com isso, essa seleção continua válida até que seja julgado o processo que o Ministério Público do Trabalho (MPT) move contra a estatal, referente à contratação de terceirizados para exercerem funções ligadas a sua atividade-fim.

Segundo a assessoria de imprensa dos Correios, haverá uma audiência entre a empresa e o MPT em março. Porém, a ECT não confirmou que o edital será publicado neste período.

Serão abertas milhares de oportunidades em diversas localidades. Também é importante ressaltar que, segundo estatística da estatal, desde o fim do processo seletivo em 2011 foram nomeados mais de 20 mil aprovados. Por esse e outros motivos, o edital é tão aguardado pelos concursandos.

Cargos – A próxima seleção terá oportunidades para as carreiras de carteiro, operador de triagem e transbordo (OTT) e atendente comercial. Para concorrer a qualquer um destes postos os interessados devem possuir formação de nível médio completo. A função de analista de Correios, cargo que exige formação superior, também já está confirmada.

Entre os benefícios concedidos pela empresa estão vale-alimentação de R$ 27 por dia, vale-cesta básica de R$ 158, plano medicamento, auxílio-creche, assistências médica e odontológica, plano de carreira e possibilidade de desenvolvimento profissional. Depois do acordo arbitrado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), ficou decidido que os funcionários dos Correios também receberão o vale-cultura no valor de R$ 50.

Os salários reajustados vão de R$ 1.893,42 a R$ 2.006,58 para os cargos de nível médio e ficam em R$ 3.468,50 para a função de analista de Correios (diversas especialidades).

Leia também:
Correios abre inscrições para programa de estágio no Sul de Minas






Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil.
Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito e link ao Jornal Varginha Hoje

 
© 2010/2014 - Jornal Varginha Hoje - (Jornal Impresso, Digitalizado e On-line - Varginha MG Região). Tecnologia do Blogger.