5 regras que podem ser quebradas durante a dieta

É preciso ter prazer com a alimentação para 
que o plano de emagrecimento seja eficiente.

Se você ama comer, perder peso pode ser uma tarefa difícil. A primeira frustração acaba sendo motivo suficiente para se jogar na primeira guloseima. Mas embora algumas diretrizes específicas possam de fato ajudar as pessoas a atingirem seus objetivos mais rapidamente, não há uma fórmula mágica que atenda todo mundo.

Por isso, vá com calma: o site FitSugar listou 5 regras que você pode quebrar durante um programa de emagrecimento sem brigar de vez com a balança. Confira.

1. Sobremesa, vinho e batata frita
Embora os doces, o álcool e os alimentos fritos sejam altamente calóricos, você  não precisa necessariamente riscá-los de vez da sua alimentação. Na verdade, a privação exagerada pode acabar resultando em compulsão. Claro que você não precisa comer estes alimentos o tempo todo, mas é ótimo poder degustar uma taça de vinho ou um sorvete de vez em quando. Apenas lembre-se de reduzir as porções e se permita cair em tentação uma vez por semana.

2. Salada todo dia
Viver de salada não é para qualquer um, e a sensação de insaciedade pode acabar levando você até a pizzaria mais próxima. Além disso, os complementos que vão em cima das folhas também costumam adicionar muitas calorias. Quando você usa elementos como queijo, castanhas, molhos e cruttons a sua refeição supostamente saudável pode acabar mais calórica do que um hambúrguer.

Se prefere abrir mão de uma salada menos calórica, prefira outros pratos que incorporem vegetais como sanduíches, sopas, legumes grelhados e saladas de grãos integrais. É preciso ter prazer com os alimentos para que o plano de emagrecimento seja mais eficiente.

3. Exercícios para perder peso
Queimar calorias é uma das melhores maneiras de perder peso, mas não é a única. Se você sofreu alguma lesão e não pode se exercitar, você ainda assim pode diminuir alguns quilinhos, basta reduzir a quantidade calórica que vem sendo ingerida. Vai pular a academia por algum outro motivo? Então mantenha-se ativo de outras formas – isso é importante por diversas outras razões, como a saúde cardíaca, o alívio do estresse e melhor qualidade do sono.

4. Sem carboidratos
Os carboidratos tendem a ser mais calóricos, mas nem todos os alimentos ricos em carboidrato têm a mesma composição. Os refinados, como farinha, arroz, açúcar são os mais perigosos. Já os complexos, como a quinoa, aveia; bem como as massas, pães e arroz integrais são cheios de proteínas que trazem energia.

Os carboidratos simples, como as frutas, também oferecem fibras, que trazem a sensação de saciedade. Ainda assim, é preciso ficar atento com relação às porções destes alimentos, porque eles não são livres de calorias. Mas definitivamente não é necessário abandonar todo o carboidrato em nome da perda de peso.

5. Pesar tudo
Ainda que o controle das porções seja uma excelente estratégia de perda de peso, bem como a limitação calórica, você não precisa ser rígido a ponto de sair pesando tudo o que come. Além disso, existem diversos alimentos que você pode comer o quanto quiser sem engordar. Entre eles, estão os itens sem amido, os vegetais de baixa caloria como saladas verdes, pimentões, aipo e pepinos. Se a sua dieta parece muito restrita, tente incluir alimentos como este, que você pode comer sem se preocupar.