Empresa investigada pela PF doou R$ 4,5 milhões ao PT

A empresa Jaraguá Equipamentos, que é investigada pela Polícia Federal por suspeita de lavagem de dinheiro, doou R$ 4,5 milhões ao diretório nacional do PT entre 2010 e 2012. A companhia é fornecedora da Petrobras, e apontada pela polícia financiadora do esquema supostamente comandado pelo doleiro Alberto Youssef. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a publicação, a Jaraguá foi contratada pela Petrobras na obra da refinaria de Abreu e Lima, num contrato de R$ 1,2 bilhão. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a empresa doou, em 2010, R$ 2,5 milhões para o PT. Em 2011, repassou R$ 1 milhão ao partido e, em 2012, mais R$ 1 milhão.

Segundo o jornal, a Jaraguá é uma das nove fornecedoras da Petrobras que depositaram R$ 34,7 milhões na conta da MO Consultoria, que, de acordo com a PF, serviria para repassar propina para funcionários públicos e políticos. Além do PT, a empresa fez doações também para o PP.

O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, e a Jaraguá Equipamentos não se pronunciaram ao jornal.