Mudanças no governo atrasam implantação do Samu em Varginha

A capacitação dos aprovados no concurso do Samu, que estava marcada para este mês, foi adiada novamente. Com isso, o Serviço Móvel de Atendimento de Urgência do Sul de Minas, que terá sede em Varginha, ainda não começou a funcionar. A situação tem deixado as 706 pessoas que passaram no concurso inseguras quanto ao emprego.

Antes de assumirem os cargos, os médicos, enfermeiros, auxiliares administrativos e até os porteiros vão precisar passar pelo curso preparatório. O aviso do cancelamento do curso foi feito por um email enviado pela direção do Cissul (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Sul de Minas), que administra o serviço na região. A justificativa dada aos candidatos foram as mudanças na administração da Secretaria de Saúde e no governo do estado.

Conforme as primeiras previsões do Cissul, o prédio do Samu deveria ter sido entregue em janeiro e os funcionários ocupariam os cargos em fevereiro. No entanto, a primeira data agendada para a capacitação foi 25 de março. Depois, 23 de abril, data que novamente foi cancelada.

Por enquanto, a obra no prédio onde irá funcionar a sede do Samu em Varginha ainda não ficou pronta. Mais de 10 ambulâncias que estavam na cidade foram devolvidas no ano passado para o governo do estado. Apenas uniformes e computadores já chegaram.

A nova previsão para a realização do curso preparatório é para o mês de maio. No entanto, ainda não há dia definido. Conforme a Secretaria de Estado de Saúde, a verba para a realização do curso deverá ser liberada até o dia 30 deste mês. A secretaria confirma que a demora acontece devido às mudanças na administração do órgão.