Boa Esporte 2 x 0 Avaí - Boa acorda no segundo tempo e bate o Leão

Após um primeiro tempo onde pouco criou e quase saiu perdendo, o Boa Esporte acordou na segunda etapa e venceu o Avaí por 2 a 0, na sexta-feira, em jogo válido pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os gols da vitória dos mandantes foram marcados por Diego e Michel.

Com a vitória, o Boa chegou aos oito pontos na 10ª posição. Já o Avaí segue com três a menos, na 13ª colocação, perdendo boa oportunidade de se aproximar do pelotão da frente.

O jogo

Jogando em casa, o Boa Esporte foi quem criou a primeira chance de gol, em finalização de Piauí que foi para fora. Um minuto depois, aos sete, o time de Varginha voltou a chegar com perigo, em outro chute de longa distância, desta vez com Betinho, que também errou o alvo. As oportunidades, porém, foram as únicas criadas pelos mineiros que depois disso, apenas assistiram o Avaí crescer e tomar conta da partida.

Com maior iniciativa e guiados por Cléber Santana mas sentindo falta do armador Marquinhos, o Leão não só ganhou o meio-campo, como também teve os lances mais perigosos. Primeiro, o zagueiro Antônio Carlos resolveu se aventurar no ataque e quase abriu o placar, na sequência, foi a vez de Paulo Sérgio criar a jogada mais perigosa da primeira etapa e carimbar a trave depois de girar pra cima da marcação.

Enquanto o time mandante pouco oferecia perigo e chegava apenas nas finalizações de longa distância, os visitantes tinham um maior arsenal de opções, dando trabalho ao goleiro Leandro com as bolas aéreas, as bolas tabelas e os chutes de longe.

No segundo tempo, o panorama da partida mudou. Insatisfeito com o que seu time apresentou na primeira etapa, o treinador do Boa, Nedo Xavier cobrou uma postura diferente em campo. A cobrança deu resultado e o gol não demorou para sair. Logo aos seis, Pedrinho mandou uma bomba de longe e carimbou o travessão. No minuto seguinte, após vacilo da zaga do Avaí, a bola sobrou para o atacante Diego balançar as redes.

Muito mais ofensivo, o time de Varginha dava espaço nos contra-ataques e em um deles, Cléber Santana não empatou o jogo por muito pouco. O meia recebeu lindo passe de Tinga e na cara do gol, finalizou pra fora. O Boa acordou com o susto e diminuiu os espaços dados, com um sistema defensivo bem montado, o Avaí tinha grandes dificuldades para conseguir chegar ao gol adversário.

Já na reta final do confronto, Michel Douglas ganhou na base da força e da raça dos defensores do Avaí e chutou sem chances para o goleiro Vagner, dando números finais ao confronto e garantindo a vitória do Boa.