Colóquio Sul Mineiro de Tecnologias reúne mais de 130 educadores em Varginha


Realizado pela Secretaria de Educação, em parceria com o Departamento de Pós-graduação da UFLA e  apoio da FAPEMIG o Colóquio Sul Mineiro de Tecnologias para mediação da aprendizagem contou com a participação de aproximadamente 130 educadores, dentre eles, futuros professores, professores e gestores da rede pública de ensino do município de Varginha e região.

Com o objetivo apresentar pesquisas realizadas sobre o uso das tecnologias digitais de informação e comunicação - TDICs no processo educacional, também ofereceu aos participantes espaços de formação, objetivando o uso das tecnologias na prática pedagógica, por meio das oficinas, sendo elas: Noções de Photoshop e Construção de Blog, Uso de vídeos digitais na prática pedagógica dos conteúdos curriculares da escola, Prezi , Linux Educacional e Produção audiovisual com a técnica Stop Motion

Utilizando-se do tema “Pesquisas em educação: como a produção científica pode auxiliar na incorporação de recursos tecnológicos em atividades didáticas?” os expositores/discentes de cursos de Graduação e Pós-graduação da UFLA, oportunizaram à comunidade educacional regional o conhecimento de resultados das seguintes investigações: 

- Desenvolvimento de software para ensino de cálculo aritmético. (Everaldo Gomes Leandro, UFLA)
- Projeto multidisciplinar “Léo o Robô de Da Vinci”. (Juliana Azevedo, UFLA)
- Diagnóstico do uso educacional das tecnologias oferecidas pelo ProInfo (Programa Nacional de Tecnologia Educacional) nas escolas municipais de Varginha/MG. (Vânia de Fátima Flores, UFLA/FAPEMIG)

A pesquisa realizada nas escolas municipais de Varginha em 2012, contou com a participação de 194 professores das escolas municipais urbanas e do campo, que possuem salas de informática, 21 gestores escolares e 03 gestores de órgãos públicos educacionais. A relevância de tal investigação está na verificação sobre o quanto as políticas públicas para o uso pedagógico das tecnologias digitais de informação e comunicação descritas no ProInfo se concretizam em relação aos seus objetivos, destacando-se o seu uso no contexto educacional. 

Os resultados revelaram que o ProInfo, criado em 1997 pelo Governo Federal, reformulado em 2007 e com ampliação nos investimentos, ainda não alcançou seus objetivos e que foram poucos os efeitos significativos, principalmente no ensino. 

Dentre os fatores que prejudicam a efetivação dos objetivos do ProInfo se destacam a falta de manutenção dos equipamentos; espaços físicos inadequados; necessidade de suporte técnico e pedagógico no uso dos computadores e a carência de formação para professores e gestores.

Considerando o quadro encontrado, há necessidade de melhorias na infraestrutura das salas de informática; existência de técnicos em informática que possam fazer manutenção constante e assessoria pedagógica para elaboração de projetos para uso das tecnologias.

Ciente dos desafios que se tem pele frente e de posse destes resultados a Secretaria Municipal de Educação, por meio da Prefeitura de Varginha já disponibilizou um técnico de informática exclusivo para atendimento das unidades educacionais municipais, compra de novos equipamentos, previu em sua Lei Orçamentária melhorias nos espaços físicos das salas de informática e inicia-se com este evento investimentos em formação.

Também planeja a elaboração de uma política pública municipal visando a efetivação do uso pedagógico das tecnologias no contexto educacional, fazendo cumprir as obrigações municipais em relação ao referido programa.