Henrique Lemes e Rogério Bueno vão ao Dnit cobrar solução para obra na BR-491

Muitos sabem que a cratera formada às margens da BR 491, próximo ao trevo que liga Elói Mendes a Varginha, é um problema que se arrasta há mais de um ano. Preocupados com essa situação, os vereadores Henrique Lemes e Rogério Bueno foram até a regional do Dnit – Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte – em Pouso Alegre buscar respostas efetivas sobre o assunto.

Os vereadores estiveram no Departamento na manhã desta segunda-feira (16) e se reuniram com a engenheira Lídia Biaso Bacha Martins. “A engenheira do Dnit nos explicou que já foi feita a licitação para a realização da obra e o que falta agora é a assinatura da ordem de serviço, que precisa ser realizada pelo próprio Dnit, mas de Belo Horizonte. Outra pendência a ser resolvida fica a cargo da Cemig, que precisa fazer a remoção de quatro postes para que possa ser realizada a obra”, explicou o vereador Rogério Bueno.

A expectativa é de que essas pendências sejam resolvidas em poucos dias e para saber se realmente o problema será solucionado de vez, os vereadores já têm uma viagem programada para Belo Horizonte para discutir com a Diretoria Estadual do Dnit sobre a obra. “Estamos envidando todos os esforços possíveis para resolver esse problema de uma vez. Sabemos que é uma obra complexa, mas já faz muito tempo que esperamos uma solução e não podemos esperar que ocorra uma tragédia naquele local para que providências sejam tomadas”, afirmou o vereador Rogério Bueno.

O vereador Henrique Lemes afirmou que após a reunião desta segunda a expectativa é de que o problema seja solucionado. “Pelas informações que recebemos, estamos esperançosos que a obra vai iniciar em breve e o local voltará a ser seguro tanto para os veículos quanto para os pedestres que por ali trafegam”, concluiu.

Melhorias em outras áreas

Na oportunidade, os vereadores aproveitaram para discutir outras demandas importantes na área do trânsito de Varginha, como o intenso fluxo de veículos no trevo de acesso a Elói Mendes, principalmente nos horários de pico, a melhoria do acesso à Cidade Universitária do Unis e também o problema do congestionamento que é formado principalmente na região que interliga a Rodovia do Contorno e Avenida Princesa do Sul.