Pimenta da Veiga é oficializado pelo PSDB como candidato ao governo de Minas


O ex-ministro das comunicações Pimenta da Veiga foi oficializado na tarde desta terça-feira como o candidato tucano ao governo de Minas. Pimenta chegou na Arena o Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, acompanhado do ex-governador e candidato ao Senado, Antônio Anastasia. Em conversa com os jornalistas, ele afirmou que está confiante e espera contar com a presença do presidenciável Aécio Neves na campanha em Minas. O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Dinis Pinheiro (PP), será o vice na chapa.

Pimenta da Veiga afirmou que a presença frequente da presidente Dilma Rousseff no estado não vai influenciar na campanha dele. "O nosso trabalho não tem nada a ver com esse procedimento que ela está tendo neste ano. Porque passou quatro anos vindo pouco à Minas. Nos últimos tempos apareceu muito, certamente preocupada com as pesquisas", disse. Sem citar seu concorrente direto ao governo de Minas, o ex-ministro Fernando Pimentel, o tucano seguiu nos ataques a Dilma. Ele afirmou que a gestão federal não priorizou o estado. "Os mineiros acompanharam a ação administrativa federal marcada pela omissão. Eu não acho que isso vá mudar às vésperas da eleição" alfinetou.

Já o concorrente ao Senado pelo PSDB, Antônio Anastasia, disse estar muito feliz com a oficialização de sua candidatura ao Senado. Ele comemorou o apoio das 20 legendas que compõe a chapa. Anastasia, que é o responsável por coordenar o plano de governo de Aécio, disse que estará focado no trabalho até o fim deste mês, trabalhando em sua campanha apenas a partir de julho.