Prefeitura vai reiniciar obra do Memorial do ET na próxima semana

Paralisadas desde agosto de 2011, as obras de construção do  Memorial do ET, localizado no alto da Vila Paiva serão reiniciadas pela Prefeitura na próxima semana, sendo conduzidas pela Construtora Niemeyer Ltda, empresa vencedora do processo licitatório, que terá um prazo de 180 dias para a  conclusão da obra a partir da data da emissão da ordem de serviço.

É importante esclarecer que a obra, Orçada em R$ 1,2 milhões, sendo R$ 828,7 mil de repasse do Governo Federal e R$ 470 mil do município,  foi iniciada durante a administração passada se arrastando desde o ano de 2006 quando foi elaborada a planilha e  realizado o projeto, tendo sido iniciada em  maio de 2010 e paralisada em agosto de 2011 pela Construtora Vasconcelos e Alvarenga Ltda-ME,  sob a alegação de que passava por um período de grande dificuldade financeira, o que a impossibilitaria de cumprir com os compromissos junto aos fornecedores, funcionários e pagamentos de impostos. 

Concluir a obra é um dos compromissos do Prefeito Antônio Silva, considerando os investimentos já realizados, cerca de R$ 400 mil. “Não podemos simplesmente deixar como está, abandonada, aí sim seria um descaso com o dinheiro público”, justificou o Prefeito.

Antônio Silva explica ainda que a administração tem  um prazo para a utilização dos recursos, que termina em dezembro deste ano, caso contrário a Prefeitura terá que devolver todo o valor à União. “Portanto, não começamos a obra mas seremos responsáveis por seu término e pela otimização do espaço de forma que seja revertido em benefícios para a comunidade e que atraia turistas para Varginha”, enfatizou.

Processos Licitatórios

Importante ressaltar que a Prefeitura só não havia reiniciado as obras até a presente data devido a questões técnicas envolvendo as licitações realizadas anteriormente. Duas delas por terem sido desertas (ou seja, nenhuma empresa se apresentou) e outra porque a empresa vencedora apresentou problemas com relação à planilha de  custos, levando à nulidade do processo. Agora a Construtora Niemeyer Ltda venceu a licitação para execução das obras,  a um custo final complementar de R$ 900.381,93.