Henrique Lemes pede solução para caso do tíquete alimentação de servidores públicos

Procurado por inúmeros servidores da Prefeitura que se queixam da situação há tempos, o vereador Henrique Lemes tomou a iniciativa de apresentar um requerimento na Câmara de Varginha questionando o secretário municipal de administração sobre o pagamento do tíquete alimentação aos servidores públicos municipais quando se afastam decorrente de licenças para tratamento de saúde. “Não é justo o servidor ter que ir trabalhar doente só para não perder o tíquete. É preciso resolver essa questão o mais rápido possível. Por isso estou questionando o setor competente, para saber se estão estudando uma maneira de resolver esse problema de forma breve”, explicou o vereador.

O requerimento apresentado na Câmara pelo vereador Henrique Lemes foi aprovado por unanimidade e encaminhado para a Prefeitura, tendo um prazo de 45 dias para ser respondido. “Peço que essa situação seja vista com bom senso, humanidade e carinho, pois os servidores precisam muito do nosso apoio. São eles que estão diariamente em contato com a população, prestando todos os tipos de serviço e necessitam ter seus direitos garantidos”, afirma Henrique.

O vereador acredita que a solução não é tão difícil de ser tomada. “A Prefeitura tem o Sesmt – Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho – que pode atestar se realmente o servidor precisa se ausentar do trabalho para licença médica, evitando, assim, fraudes em atestados. Também pode-se estipular um limite de atestados durante o ano. O que não pode é prejudicar os servidores que realmente trabalham doentes para não perder o tíquete no final do mês. É preciso resolver esse problema”, conclui o vereador.