Prefeitura diz que obras do Memorial do ET não têm data para começar

As obras do memorial do ET ainda devem levar um tempo para serem retomadas em Varginha. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, que havia anunciado o início da construção para a próxima semana, há alguns problemas no contrato com a empreiteira escolhida para realizar o serviço. Com isso, as obras não têm data para começar.

A empresa que venceu a licitação terá um prazo de 180 dias para concluir a obra a partir da data da ordem de serviço. O memorial estava abandonado desde agosto de 2011 após a construtora que executava o projeto alegar que estava com problemas financeiros.

Recursos

Segundo a prefeitura, inicialmente o projeto havia sido orçado em R$ 1,2 milhões, sendo R$ 828,7 mil de repasse do Governo Federal e R$ 470 mil do município. Cerca de R$ 400 mil já haviam sido investidos na estrutura do memorial. A empresa que venceu a licitação em abril deste ano orçou a obra a um custo final complementar de R$ 900.381,93.

Em agosto do ano passado, o término da construção do memorial voltou à tona após uma visita da presidente Dilma Rousseff em Varginha. Durante entrevista, a presidente disse que 'respeitava o ET'. Na época, a prefeitura informou que um novo projeto seria encaminhado à Caixa Econômica Federal para que a obra fosse terminada, já que a administração perderia a verba liberada para a construção se o memorial não fosse concluído.

A prefeitura disse ainda que atrasos no processo licitatório impediram que a obra fosse retomada ainda em 2013. Em duas licitações, nenhuma empresa apareceu e na terceira, houve problemas na planilha de custos apresentada pela construtora interessada e o processo foi anulado.

Ainda segundo assessoria da prefeitura, o prazo para a utilização dos recursos termina em dezembro deste ano. Se a obra não for concluída, a Prefeitura terá que devolver o valor à União.