Duas abordagens para semear dias felizes

1.Boa opinião: ela pode salvar o seu dia.

Opinião é como a alma, cada um tem a sua...
A opinião é uma marca registrada, uma visão ou juízo das coisas que reflete a personalidade e distingue uma pessoa da outra. Por isso, é imperioso opinar sobre o que se vê ou conhece, fatos que se domina de cátedra. Avalie que, a depender da opinião, expressá-la pode ou não melhorar seu relacionamento – e o seu dia.
Tenha opinião própria sobre as coisas. Desenvolva-a, refine-a, embase-a em fatos reais, não em simples conjecturas ou adivinhações. Não a copie de outrem para não ficar refém de ideal alheio, bem como não a decline na dúvida ou incerteza. Que ela tenha corpo, pé e cabeça, e ao dizê-la, que sua voz exteriorize temas que produzam reflexões na mente de quem o ouve.
A boa opinião deve ser fruto de estudos, conhecimentos ou experiências vividas. Deve estar chancelada com carimbo do bem servir o próximo. Por isso, ao opinar sobre algo, faça-o de forma construtiva e positivista. 
O cérebro é a fonte do pensar. E, qual poderoso chip biológico, armazena bilhões de pensamentos intraparedes cranianas. Todavia, basta um único pensamento que gere uma boa opinião, que solucione um problema, que agregue e construa, pode guindá-lo a novos e altos patamares e a viver dias majestosos.
Expressar uma opinião, e ter feedback positivo, é receber sorrisos de agradecimento, valorização como pessoa, e viver dias espetacularmente felizes. Tem pagamento maior?

2.Lembre-se sempre da célebre frase: “Aqui se colhe o que se planta”.

Dias felizes? Você é o semeador!
O mundo, na sua vasta extensão, é terra fértil pronta a receber a semente. Caridade, indulgência, piedade, generosidade, amor, temor a Deus: essas são as sementes. O clima – vento, sol, chuva - está sempre propício ao bom semeador. E você o é. São sementes da vida, as melhores e mais fecundas.
A fotografia que você verá de si mesmo amanhã é o exato cenário das ações que praticar hoje!
Para que você se veja abraçado por amigos e familiares brindando a felicidade, saboreando o vinho das safras das conquistas, terá de ter plantado as uvas em solo fértil e tê-las regado no tempo certo, generosamente.
Se você, ao contrário, se omitiu e deixou secar as flores e as ervas daninhas infestarem o vinhal, seu lagar fatalmente será escasso ou até, quem sabe, inexistente.
Para que você saia bem na foto e esteja com o futuro garantido, não há tempo para vacilos, deixando o semear para depois. As boas ações lhe propiciam lagares ricos e abastados. A hora é agora. Há campos amplos e clima propício esperando para receber a boa semente. Mova-se, não protele sua decisão. Deixar a chuva das oportunidades cair e não aproveitar pode atrasar a colheita e, amanhã, sua fotografia da vida ser em preto-e-branco. Pense nisso!
Colhe dias felizes quem boas ações semeia. Seja, você, um bom semeador e colha safras de felicidades, hoje e sempre – do corpo em vida à viuvez do espírito!

Inácio Dantas
Do livro (ebook) “Semeando dias felizes” – www.amazon.com.br