"Mudança climática já é irreversível", diz relatório da ONU

Relatório de 127 páginas será publicado oficialmente 
em novembro, mas vazou para a imprensa nesta semana.


A mudança climática é uma realidade e já se tornou irreversível. A conclusão é de um grande relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), que será publicado oficialmente em novembro, mas que vazou para a imprensa nesta semana.

"A emissão contínua de gases de efeito estufa provocará um maior aquecimento e, de longo prazo, mudanças em todos os componentes do sistema climático, aumentando a probabilidade de um impacto severo, generalizado e irreversível para as pessoas e os ecossistemas", diz o relatório.

Se as emissões de gases de efeito estufa não forem limitadas, "há riscos de a mudança climática ser alta ou muito alta até o final do século XXI". Além disso, os especialistas advertem que é provável que, em breve, as temperaturas subam mais de 2 graus Celsius em relação à média, chegando a uma variação de até 3,7 graus.

Outra conclusão do relatório é a de que os esforços para combater as alterações climáticas têm sido insuficientes. "As mudanças climáticas que já ocorreram tiveram impactos generalizados e consequentes sobre os sistemas naturais e humanos."

O relatório de 127 páginas resume outros três relatórios do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC). Como o documento será lançado em novembro, após uma conferência da ONU em Copenhague, ele ainda pode sofrer alterações.

Com informações de agências internacionais.