Preparo, dignidade, voz de comando: você a caminho da liderança!

Se você quer amanhã ser o primeiro, prepare-se hoje!
A escola da vida não tem horário e jamais fecha as portas. Nessa escola ensina-se professores e aprende-se com alunos. A prova final vivemo-la a cada instante, dia a dia.
Em busca do diploma muitos competidores estarão contigo na mesma arena.  Não enfrente a disputa sem os paramentos do esforço físico ou do saber. Esteja cônscio que competição é uma selva repleta de leões digladiando-se. Quem não tiver o broquel do preparo será vencido.
Prefira sentir a derrota, lutando, a sentir-se um derrotado sem lutar!
Você pode modificar o mundo, impulsioná-lo para a frente, torná-lo mais equitativo, racional, humano.
Portanto, não adormeça à plena luz do dia. O mundo, essa grande sala de aula, o espera. Prepare-se.
Não espere os acontecimentos, mas, antecipe o acontecer!


Você está solidificando sua dignidade, quando:
-Em tudo que faz tenta a perfeição, mesmo sabendo ser imperfeito.
-Para não dar prejuízo a ninguém, às vezes priva-se do lucro.
-Engole desaforo para não vomitar violência.
-Só está completamente feliz quando olha ao redor e não vê ninguém triste.
-Em tudo é fiel aos seus princípios, pois fidelidade é o princípio de tudo.
-Tem cuidado ao falar, pois palavras de amor e ódio se projetam da mesma boca.
-Vence suas lutas, não com violência, mas com inteligência.
-No calor de uma disputa usa a frieza do raciocínio.
-Não acredita em quem diz mentiras para não perder o crédito ao dizer verdades.


Muitas vezes em sua vida você vai receber ordens. Outras tantas vai ordenar. O mundo é assim, feito de poucos comandantes e muitos comandados. Alguns nasceram para a batuta da liderança, outros para manipular a foice e o martelo.
Porém, dar ordens vai exigir dupla energia: Saber expressá-la de forma compreensível e depois orientar como procedê-la. Por isso tenha a língua sábia e incansável para dar ordens; os ouvidos atentos e afinados para ouvi-las, e, a mente aberta e em sintonia para processar e responder profissionalmente.
Jamais ordene com raiva ou impetuosidade. Processe antes no cérebro para não dar ordem duvidosa. Por outro lado, ouça-a com atenção, processe-a na mente e não execute-a em dúvida.
Lembre-se: Para executar uma ordem use a técnica e para ordenar use a inteligência.


Inácio Dantas
(do livro ® “Pequenas Lições de Sabedoria”)