Bolívia abre as portas para os alunos de Varginha

Mais uma Instituição de Ensino Superior estrangeira firmou parceria com o Grupo Unis. A UCATEC, Universidad privada de Ciências Administrativas y Tecnológicas fará parte do quadro de Mobilidade Acadêmica do Grupo. O convênio foi assinado durante a XVII Jornada Latino-americana de Educação promovida pela FAEPLA, Federação das Associações Educativas Privadas da América Latina e do Caribe, que aconteceu na última semana na cidade de Cochabamba, na Bolívia.

O Presidente do Grupo Educacional Unis, Prof. Me. Stefano Barra Gazzola e o Reitor da UCATEC, Renê Polo, assinaram o acordo que permitirá que alunos brasileiros e bolivianos possam conhecer de perto a cultura e os costumes dos países parceiros. “A internacionalização já é uma realidade para os alunos do Grupo Unis e sempre que podemos ofertar mais oportunidades não medimos esforços para fazê-lo. Além de proporcionar a nossos alunos uma educação mais completa, temos o maior prazer em receber estudantes estrangeiros para que conheçam de perto nossa estrutura e ensino oferecidos”, ressalta Prof. Stefano.

Os detalhes da parceria com a UCATEC serão discutidos no mês de novembro, quando os representantes bolivianos virão ao Brasil para um Seminário que envolverá representantes de outras instituições estrangeiras.

Além da Bolívia, o Grupo Unis mantém convênio com Instituições de Ensino de Portugal, Argentina, Estados Unidos, Chile e Uruguai.

Sobre a UCATEC

A Universidad privada de Ciencias Administrativas y Tecnológicas fica na cidade boliviana de Cochabamba, promovendo a excelência acadêmica através da realização de cursos e treinamentos.

Os alunos estudam em ambientes de formação interdisciplinar integrada e flexível e são os principais atores do processo educativo. Seus pilares são: ensino, pesquisa, tecnologia e empreendedorismo, fortalecendo sua comunidade através dos valores morais universitários de responsabilidade social e compromisso com o meio ambiente.

Sobre a Bolívia e Cochabamba

Bolívia é um dos países que compõem a América Latina. Faz fronteira com o Brasil, Paraguai, Argentina, Chile e Peru. É um país em desenvolvimento, com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) médio. Dentre suas principais atividades econômicas existe a agricultura, silvicultura, pesca, mineração e bens de produção como tecidos, vestimentas, metais e petróleo refinado. A Bolívia é muito rica em minerais, especialmente em estanho. A população boliviana é estimada em 10 milhões de habitantes. A principal língua falada é o espanhol, embora o aimará e o quíchua também sejam comuns. Além delas, outras 34 línguas indígenas são oficiais. O grande número de diferentes culturas na Bolívia contribuiu para uma grande diversidade em áreas como a arte, culinária, literatura e música.

Cochabamba é uma cidade universitária. É considerada a capital do departamento homônimo e a terceira maior cidade do país, com população estimada em 600 mil pessoas.