Coluna - Ka entre Nós, por Lucrécia Santos - 27/10/2014

Orientações do Dr. Içami Tiba 
para a criação dos filhos e alguns acréscimos.

1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.

2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar tirando internet, som, tv, etc... (Isto é pouco) Tendo um bom dialogo, colocando o seu filho em um patamar onde se errou você mostrar a ele as conseqüências dos erros cometidos. Ex: Se pegou algo de alguém, fazer devolver, pedindo desculpas, para não ter conseqüências mais grave no futuro etc.....

3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser  passar o dia todo em hospital de queimados. E ver como é horrível as conseqüências do seu vandalismo.

4. É preciso confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar  que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas. (Claro)

5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem.

6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem orientar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE  interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e  vice-versa. Se o pai determinar que não haverá um passeio, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinqüente.

7. Em casa que tem comida, criança não morre de fome. Se ela quiser comer, saberá à hora. E é o adulto quem tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.

8. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.

9. É preciso transmitir aos filhos a idéia de que temos de produzir o  máximo que podemos. Isto porque na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio: não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos  tirar 7,0.

10. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. E o prazer é inconseqüente.

11. A gravidez é um sucesso biológico e um fracasso sob o ponto de vista sexual. (Fora do casamento) as conseqüências são atrozes, cuidado com a sua vida, corpo e alma ela não te pertence, pense nisto.

12. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Mas quando se é  dependente, agride a mãe para poder sair de casa, para fazer uso da droga. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele sobre a aceitação da droga. Mas sim dialogar com ele sobre a reprovação da mesma e que as conseqüências são atrozes. Como disse acima desde crianças precisamos dialogar em AMOR com os nossos filhos. Eles são carentes de AMOR paternos. Uma grande dica para os papais e a oração diária com os seus filhos. É difícil é, mas desde pequeno o dialogo fortalece a amizade e obediência entre pais e filhos. (Comece hoje e verás a bênçãos do amanhã)

13. Uma mãe nunca deve abandonar o seu filho (jamais) a dor do abandono e mais prejudicial para o filho do que para os pais. Uma criança; adolescente ou um jovem precisam da segurança de um lar equilibrado e inundado em AMOR. (Para alguns o AMOR não existe mais o AMOR e real e sentido de uma maneira maravilhosa. (E só exercitar no seu dia a dia).

14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. (Mas dizer que aquela atitude foi errada, e que ficou triste e por isso, não quer discussão até ficar calmo).

15. Se o filho não aprendeu ganhando, infelizmente vai aprender perdendo.

16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. E obrigação de todos nós ser o melhor e fazer o melhor mediante a nossa capacitação.

17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite. Nunca.
 
18. Se a mãe engolir malcriação do filho, ele pensará que a sociedade terá que engolir também. (Isto não é verdade?).

19. Videogames e novelas são um perigo: os pais têm que explicar como é a realidade, mostrar que na vida real não existem 'vidas', e sim uma única vida. Não dá para morrer e reencarnar. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.

20. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança. Não pode apenas bater  cartão.

21. O erro mais freqüente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. A família e a sociedade pagarão um alto preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.

22. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família. (Porque permitimos escolha na família, deixamos o esposo por causa do filho, deixamos um filho por causa de outro filho; AMOR desigual dentro da família. Um Perigo, filhos são iguais dentro de um lar.

23. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto.

24. Dinheiro em demasia para o filho é prejudicial. Mesmo que os pais o tenham, precisam controlar e ensinar a gastar e poupar (Guardar para o amanhã, pois não sabemos o dia do amanhã. (Só DEUS).

Palavra final: Filhos obedeçam a vossos pais no Senhor, pois isto é justo. Honra o teu pai e a tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa) para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra. E vós, pais, não provoqueis vossos filhos à ira, mas criai-os na disciplina e na admoestação do Senhor. (Efésios 6:1-4)