Dr. Armando Fortunato questiona Prefeitura sobre Pronto Atendimento e creches

Com um abaixo-assinado em mãos, contendo mais de mil assinaturas, o vice-presidente da Câmara de Varginha, vereador Dr. Armando Fortunato tomou a iniciativa e apresentou um requerimento solicitando informações, feitas por munícipes, indagando se a Prefeitura tem o interesse e a possibilidade de reativar o Pronto Atendimento do Hospital Bom Pastor. Ele também questionou qual seria a expectativa para início deste serviço de atendimento? Se negativo, quais as opções de atendimento possíveis para aquela região da cidade?

“Esse requerimento eu fiz representando os moradores que assinaram o abaixo-assinado e alegam, principalmente, as dificuldades no deslocamento e a distância para serem atendidos, pois a Unidade de Pronto Atendimento - UPA encontra-se instalada do outro lado da cidade e estes munícipes muitas vezes não apresentam recursos para o deslocamento com táxis e muito menos encontram transporte coletivo nas madrugadas”, explica o vereador.

Dr. Armando destacou que essas reivindicações atendem a uma grande faixa populacional de Varginha, que mora nos bairros Bom Pastor, São Geraldo, Fátima, Corcetti I e II, Jardim Estrela I e II, Pinheiros, Rinaldo, Mont Serrat, Jardim Áurea, Parque Mariela, Jardim Bouganville, Bela Vista e Parque Boa Vista. “É importante ressaltar que esta região da cidade, composta pelos diversos bairros citados, possuíam também, além do Pronto Atendimento do Hospital Bom Pastor, um serviço complementar que ficou conhecido como SOS Saúde e que tinha um índice de satisfação e de resolutividade considerável”, completou.

Vagas nas creches

Outra iniciativa do vereador na Câmara foi na área da Educação. Dr. Armando apresentou um requerimento onde questiona a Secretaria Municipal de Educação sobre o número de crianças que ocupam vagas nas creches do Município e quantas estão aguardando na fila a espera de vagas? Questionou qual seria a demanda reprimida de estudantes nas escolas municipais e quais os projetos e perspectivas para a ampliação de vagas escolares para o ano de 2015? Quais os critérios para a seleção das crianças e ocupação das vagas nas escolas e creches? E quais as iniciativas e previsão para o início da Escola de Tempo Integral nas escolas municipais da cidade? “Nós vereadores somos muito procurados por pais e mães desesperados em busca de uma vaga na creche para seu filho. Diante dessa realidade, estamos percebendo que a demanda em Varginha, nessa área, tem sido maior do que a oferta. Por isso é importante termos informações precisas, da Prefeitura, sobre as iniciativas do Executivo na Educação”, concluiu o vereador.