Vereadores participam de inauguração do Samu e apresentam demandas para governador


Foi inaugurado nesta sexta-feira (30), em Varginha, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu – 192) da região Macro Sul de Minas Gerais. A iniciativa vai beneficiar 153 municípios do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macro Região do Sul de Minas (Cissul), onde vivem cerca de 2,7 milhões de habitantes.

O complexo regulador do Samu Macro Sul funcionará em Varginha, no prédio onde ocorreu a cerimônia de inauguração nesta sexta, no bairro Boa Vista.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel estiveram presentes na inauguração. Na oportunidade, os vereadores Rogério Bueno (que no ato representava o presidente da Câmara de Varginha, vereador Rômulo Azevedo Ribeiro) e Dr. Armando Fortunato aproveitaram as presenças para apresentarem duas importantes demandas do município.

Rogério Bueno entregou para Pimentel e para o ministro da Saúde um ofício solicitando intervenção no caso do Hemocentro de Varginha. No documento, o vereador pediu que fossem empenhados esforços para impedir o fechamento do Hemocentro. “Precisamos trabalhar para que essa situação seja resolvida sem prejudicar nossa população. Sabemos que é o cumprimento da legislação, mas também é muito inviável transferir os atendimentos do Hemocentro de Varginha para Poços de Caldas. Tenho certeza que o governador se sensibilizará com a situação e nos ajudará a resolver esse problema”, disse Rogério.

Dr. Armando Fortunato também entregou um ofício ao governador. O documento, assinado por todos os vereadores de Varginha, já havia sido entregue no ano passado para Pimentel. Lá está reforçado o pedido para a instalação de uma faculdade de Medicina em Varginha. “Esse pleito nosso é muito antigo. Já foi entregue para outros governadores e agora reforçamos para o Pimentel. Ter um curso de Medicina em Varginha só trará benefícios para o nosso Município, contribuindo para a Saúde Pública, ampliando a formação e a capacitação profissional com qualidade para futuros profissionais médicos que trabalharão em Minas Gerais e em outros estados brasileiros”, disse o vereador.