Retorno do Mutirão da Dengue será nesta quarta-feira no Sion


Os setores de Zoonoses, Combate à Dengue e Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde estarão retornando nesta quarta-feira, 04 de fevereiro com o Mutirão de Combate à Dengue, à partir das 7h30, no Sion,  tendo à frente do carro de som o Denguito, o ET da Dengue.

Como de costume a ação contará com a colaboração das Secretarias de Obras, através do Setor de Limpeza Urbana, Agricultura e Meio-Ambiente e do PSF – Programa Saúde da Família do bairro Sion, onde se dará a retomada do arrastão (mutirão de limpeza), por se tratar de um bairro onde foram encontrados muitos focos do mosquito Aedes Aegypti, segundo  levantamento realizado no mês de janeiro pelas equipes de combate à endemias.

Ressalta-se que além do registro de focos do mosquito transmissor da dengue e do Chinkungunya, o Sion apresentou também um grande número de casos de escorpiões. Considerando ser um grande bairro, o mutirão da dengue no bairro será dividido em duas quartas-feiras.

Nesta quarta-feira, dia 04/02 serão percorridas as ruas Francisco s. Tavares, Sebastião Otaviano Silva, José Cirino Silva, Adelson de Barros, Humberto Conde (à partir da esquina com Domingos B. Braga), Estevan Bíscaro (à partir da esquina com Domingos B. Braga), Antônio Plácido de Barros ( à partir da esquina com Domingos B. Braga), Nicolino Morais (à partir da esquina com Domingos B. Braga), Horácio G. Morais, Quinca Procópio, Maria Roquim Vidal, Celso Paiva, Francisco Silva Paiva, José V. Pereira, José A. Gomes, Tenente Liberalino Ramos, José H. Salles, José Guedes, Maximiano Pereira Simões, Augusto Foresti, Ruth de Carvalho.

O mutirão será realizado das 7h30 às 13h, porém os organizadores pedem  aos moradores do  Sion, das ruas à serem percorridas, que retirem de suas casas, deixando nas calçadas, no período das 7h30 às 8h30 horas, todos os materiais inservíveis, como móveis velhos, latas, vidros, metais, pneus, objetos que retém água, dentre outros, porque os caminhões só percorrem as ruas uma única vez. Mas atenção: não serão recolhidos galhos de árvores, terra e nem entulhos de construção.

E não se esqueça. Nesta época de chuvas, lembramos também sobre os cuidados que devem ser tomados com relação ao armazenamento de água captada das chuvas. É importante que sejam devidamente tampados ou cobertos com telas bem finas e que se coloque cloro nestes recipientes. Muito cuidado, pois estas águas estão se tornando grandes focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue e do chikungunya.

Ajude a Prefeitura a combater os focos de dengue em Varginha. Denuncie pelo 3690-2230 ou pelo  denguedenuncias@varginha.mg.gov.br.

Dengue!!!

Todo mundo corre perigo!!!

Ou a gente acaba com ela,

Ou ela acaba com a gente!!!