Inteligência, não a desperdice nas estradas vazias do nada...

“O sábio é mais poderoso do que o forte; e o inteligente do que o que possui a força.” (Provérbios 24:5)

É ainda mais sábio aquele que não empresta sua inteligência ou força à arquitetura de ideias inúteis ou obras que possam desagregar pessoas; antes, usa-as para somar e gerar coisas que sirvam à melhoria da sua própria vida e a dos demais.

Essa riqueza mental que você possui, metal-superprecioso chamado inteligência, é uma dádiva celestial para ser carreada aos feitios que promovam a paz, a integração, o bem estar mundial. O intelecto humano deve ser usado para desvendar o desconhecido, lançar luz às dúvidas, criar, recriar, reformar, inovar... O homem não deve fazer da inteligência estradas esquinadas, íngremes, sem saídas. Ao contrario, deve preencher abismos, terraplanar montanhas, remover pedras e seguir reto e suave. Deve alargá-las com a boa conduta e correto proceder, pois outros virão e usufruirão do mesmo feito. E, à cada qual, deixar como legado um primor de obras que permitam a completude do semelhante.

O tempo é ágil, os pensamentos voláteis. Essas duas vertentes devem equacionar-se para um perfeito cociente. Perder instantes na produção de obras infrutíferas é ouro líquido que se esvai na lama e não mais pode ser recuperado.

Pense que para se bem viver há que se bem pensar, posto que a vida não é um carro vazio a transitar pelas estradas do “nada”. A vida humana deve ser produtiva e proveitosa, repleta de dias felizes no calendário existencial.

Tenha por concepção que para um bon-vivant a inteligência e a força devem ser manuseadas para carpintar os mourões de um mundo melhor, pois é desse mundo que você e sua família felicitadamente compartilharão.

Ao usar a inteligência e a força para remover empecilhos e solidificar boas causas, com certeza seus dias terão o brilho da prosperidade e do bem viver - a boa colheita resulta do bom plantio. A inteligência é uma semente de ouro de mil quilates que pode ser semeada a qualquer momento na terra-fértil da sua intelectualidade - isso só depende de você.


Inácio Dantas
Do livro Ebook “Semeando dias Felizes!” – www.amazon.com.br