Mutirão da Dengue percorrerá o bairro Padre Vitor na próxima quarta-feira, dia 25/03


Os setores de zoonoses e combate à dengue e Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde de Varginha estarão na quarta-feira, 25 de março, no bairro Padre Vítor, realizando o mutirão de combate à dengue, a partir das 7h30, tendo à frente do carro de som o Denguito (o ET da Dengue). A ação contará com a colaboração das Secretarias de Obras, através do Setor de Limpeza Urbana, Agricultura e Meio Ambiental e agora com a participação especial das empresas de caçambas:

* LIMPA VIA: RUA EMÍLIA LUIZ SIMÕES, Nº 60, BOA VISTA, TELEFONE 3221-1838, 3212-3293 OU 9938-1256.

* JL CAÇAMBAS: RUA FRANCISCO AURELIANO PAIVA, Nº 737, CAMPOS ELÍSEOS, TELEFONES 3222-9559, 3221-9559, 9966-9463 OU 8701-5536.

* LIMPA TUDO: RUA SILVIO SÉRIO, Nº 21, JARDIM CORCETTI, TELEFONES 3223-6011, 3214-5486 OU 8414-7483 OU 8854-0253.

*VGA CAÇAMBAS: RUA TENENTE JOAQUIM PINTO, Nº 223, BOM PASTOR, TELEFONE 9989-8855, 8861-7665.

* JUNIOR CAÇAMBAS: RUA JAPÃO. Nº 45, JARDIM ANDERE, TELEFONE 3222-3181, 8847-5241.

O mutirão do dia 25/03 será realizado das 7h30 às 13h. Mas seus organizadores pedem aos moradores do bairro Padre Vitor que retirarem de suas casas, deixando nas calçadas, no período das 7h30 às 8h30, todos os materiais inservíveis, como móveis velhos, latas, vidros, metais, pneus, objetos que retém água, dentre outros, porque os caminhões só percorrem as ruas uma única vez.

Lembrando que agora, com a parceria com as empresas de caçambas, devidamente identificadas com os cartazes da dengue, poderão ser recolhidos galhos de árvores, terra, entulhos de construção e outros objetos. As caçambas serão colocadas nas ruas no bairro na terça-feira, 24/03.

Cuidados com armazenamento de água

Nesta época de chuvas, é importante ficar atentos sobre os cuidados que devem ser tomados com relação ao armazenamento de água captada das chuvas. Os recipientes devem ser devidamente tampados ou cobertos com telas bem finas e que se coloque cloro nestes recipientes.  Lembre-se. Estas águas estão se tornando grandes focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e do Chikungunya.