Zoológico de Varginha presta esclarecimentos

A Administração do Parque Zoobotânico Dr. Mario Frota, em Varginha, vem a público esclarecer algumas dúvidas levantadas quando na reinauguração e repassar algumas orientações gerais sobre como realizar visitas. 


Em primeiro lugar, gostaríamos de esclarecer que em nenhum momento anterior à reabertura foi divulgado que o zoológico estaria completamente reformado. Em todas as entrevistas e publicações sobre o mesmo divulgou-se estar concluída apenas a primeira etapa da reforma, que compreendia o novo recinto para os felinos e também o setor técnico (nutrição e veterinária), faltando ainda às obras das demais etapas, que incluem a construção e reforma de recintos de todos os outros animais e também de lanchonete e mais sanitários. Não se criou, portanto, expectativas de completa modificação.

Com relação ao grande público presente no dia do evento, foi uma surpresa enorme para nós funcionários. Por este motivo pedimos sinceras desculpas àqueles que se sentiram incomodados com tanta gente e não puderam observar os animais. Estes ficaram um pouco assustados com tanta gente e muitos deles passaram quase o dia todo tentando se esconder do público. Mas, ficaram todos bem. Aos poucos eles se acostumarão com a presença diária do público e ficará mais fácil observá-los.

Não tivemos problemas em receber um público tão grande, afinal a maioria dos visitantes se mostrou bastante respeitosa e interessada em visitar o zôo e conhecer os animais.

É claro que alguns visitantes tiveram comportamentos inadequados como, por exemplo: atirar objetos nos animais para que eles se movessem ou tentar alimentá-los com balas, chup-chup, frutas, etc. Felizmente isso foi prática de uma minoria, orientada pelos funcionários ou até por outros visitantes a não fazê-lo. Aproveitamos a oportunidade para orientar que é proibido alimentar os animais ou atirar-lhes objetos. Há informações sobre isso junto aos recintos dos jacarés e dos felinos. Portanto, contamos com a colaboração do público procurando respeitar estas regras básicas de convivência com os animais.

Também houve casos de pessoas e até mesmo pais que desrespeitaram os limites de segurança dos recintos, colocando as crianças em contato direto com a tela ou grades dos recintos para tocar os animais. Isto aconteceu inclusive no recinto dos leões!

Neste caso, nem é preciso dizer que se existe uma barreira que impede a aproximação e o contato com o recinto do animal ela precisa ser respeitada, por mais inofensivo que pareça o animal que está ali.

Fique atento aos seguintes cuidados ao visitar o Zoológico

- É proibido jogar qualquer tipo de alimento, bebida ou objetos para os animais ou dentro dos recintos.

- É proibido tocar nos animais, ultrapassando as barreiras de segurança dos recintos.

Todos os animais recebem alimentação diária, e balanceada e alimentos de origem desconhecida podem fazer mal a eles!

Objetos arremessados nos recintos para que os animais se movimentem podem machucá-los!

As barreiras de segurança existem para impedir o contato com os animais, pois alguns são perigosos e outros imprevisíveis respeitem-as ou poderá se ferir!