Prêmio Experiências Inclusivas – CODEVA

O CODEVA – Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Varginha, em parceria com a Prefeitura de Varginha, com apoio da WEspanha, Unimed, Autotrans, Pedreira Santo Antônio, Grupo UNIS e Sest Senat, torna público a realização da primeira edição do Prêmio “Experiências Inclusivas – CODEVA”, que tem como objetivo a premiação de experiências inclusivas na educação, tendo como base a Constituição Federal de 1988, a Lei nº 9394 de 20 de dezembro de 1996, a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva de 2008 e o Decreto Federal nº 7611/2011.

As condições de participação no concurso são a apresentação da experiência, a definição das categorias, o processo de seleção, assim como os prêmios a serem concedidos constam no Regulamento do concurso.

O I Prêmio Experiências Inclusivas — CODEVA é constituído por 02  categorias que abrangem experiências realizadas nas escolas públicas municipais, estaduais e escolas privadas de educação infantil ao ensino médio. Os Relatos de Experiências inscritos devem representar: Experiências Inclusivas Institucionais – o desenvolvimento de projetos institucionais que evidenciam a cultura inclusiva da instituição; e  Experiências Inclusivas de Sala de Aula - o desenvolvimento das práticas pedagógicas inclusivas em sala de aula.

As inscrições serão gratuitas, e deverão ser efetivadas no período de 31/08 a 28/09/2015, na sede do CODEVA na Policlínica Central à Rua Santa Catarina, 40 – Centro.  Serão considerados somente os Relatos de Experiências com data de entrega da documentação dentro do prazo estabelecido.  Na Categoria I, cada escola pública ou privada poderá inscrever um Relato de Experiência Institucional. Na categoria II o número de relatos é ilimitado.  A ficha de inscrição deverá ser encaminhada pela gestão da Escola. Não serão aceitas inscrições de Relatos de Experiências enviadas por e-mail.

Na Categoria I, a inscrição deverá conter a identificação de até 02 (dois) componentes da equipe, responsáveis pela elaboração, com declaração de exercício da função na instituição e envio do relato. Na Categoria II, a inscrição deverá conter a identificação do professor regente da turma,  com declaração de exercício da função na instituição.

DO PROCESSO DE SELEÇÃO

Os critérios de seleção dos Relatos de Experiências abaixo descritos, estão divididos em eliminatórios e classificatórios.

Eliminatórios: Foco no tema da inclusão de estudantes público–alvo da educação especial na escola;
2. Coerência com os objetivos da Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva Inclusiva.

Classificatórios:

Categoria I

1. Descrição de experiências, ações e projetos institucionais, que evidenciam a organização e oferta na perspectiva da educação inclusiva;
2. Menção à forma de gestão da escola, demonstrando a prática democrática, colaborativa e participativa entre gestores, educadores e demais segmentos da comunidade escolar;
3. Indicação de formas de articulação da escola com demais políticas e serviços que contribuam com a inclusão escolar dos estudantes público–alvo da educação especial;
4. Referência às condições de acessibilidade na escola: física, pedagógica, nas comunicações e informações.

Categoria II

1. Descrição de estratégias pedagógicas inclusivas (objetivos, procedimentos de ensino-aprendizagem, procedimentos de avaliação) considerando os diversos contextos da educação;

O processo de seleção caracterizar–se–á por 03 fases:

I – Primeira Fase: Habilitação dos Participantes – A habilitação dos participantes será conferida por meio da documentação recebida e pela verificação da compatibilidade entre a categoria inscrita e critérios estabelecidos neste regulamento. Esta fase será de responsabilidade da Comissão Organizadora do Prêmio.

II – Segunda Fase: Seleção e Julgamento das Experiências. A Comissão Julgadora realizará a seleção dos Relatos de Experiências após leitura e análise do material habilitado, de acordo com o art. 13, através de pontuação dos critérios de seleção classificatórios.

III – Terceira Fase: A Comissão Organizadora fará o cômputo da pontuação e divulgará os resultados dos Relatos de Experiências de cada categoria, da seguinte forma: Categoria 1 — Experiência Inclusiva Institucional — 03 (três) Relatos de Experiências, primeiro, segundo e terceiro colocados; Categoria 2 — Experiências Inclusivas de Sala de Aula — 03 (três) Relatos, sendo primeiro, segundo e terceiro colocados.

DA PREMIAÇÃO

A premiação dos Relatos de Experiências será realizada durante o II Seminário sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, no Theatro Capitólio, em Varginha, no dia 29 de outubro de 2015, pelo CODEVA, com a participação de autoridades municipais, gestores escolares, e convidados dos municípios da região.

Os seis Relatos de Experiências serão assim premiados: Na Categoria 1 (1º colocado: Troféu e Certificado;  2º colocado: Troféu e Certificado; 3º colocado: Troféu e Certificado). Na Categoria 2 (1º colocado: TV 24” LED, 2º colocado: Tablet 7”,3º colocado: Telefone Celular)