Eclipse total lunar acontece junto com uma Superlua

Pela primeira vez desde 1982, um eclipse total lunar acontece 
junto com uma Superlua, quando ela parece maior e mais brilhante.


Um dos principais e mais belos eventos astronômicos do ano aconteceu na noite deste domingo (27). Nele, foi possível observar um eclipse total da Lua (quando ela ficou totalmente encoberta pela sombra da Terra), junto com uma Superlua (momento em que o satélite está o mais próximo possível do planeta). Essa coincidência é relativamente rara - a última foi em 1982 e irá acontecer novamente apenas em 2032, de acordo com a NASA.


Durante o eclipse total, a Lua adquire uma cor entre o alaranjado e o vermelho, o que dá ao evento o nome informal de "Lua de Sangue". O tom surge no satélite porque quando a radiação do Sol passa pela atmosfera terrestre, ela é filtrada e ganha a cor vermelha - é o mesmo fenômeno que ocorre durante o pôr do Sol.

Visível em toda a América do Sul, partes da América do Norte, Europa, Ásia e África, o eclipse também pode ser observado em todos os Estados do Brasil.