Preso mais um suspeito de ter esfaqueado comissário em Varginha

A polícia prendeu nesta sexta-feira (11) um suspeito de ter participado das agressões a um comissário de justiça que foi esfaqueado em Varginha no mês passado. Segundo o delegado Isaias Confort, um jovem de 19 anos foi preso temporariamente por 30 dias. Segundo ele, o rapaz teria participado da tentativa de homicídio.

"Durante as investigações em que o menor esfaqueou a vítima, apareceram indícios suficientes da participação dele e por isso eu representei pela prisão temporária dele, o que foi acatado pela Justiça", disse o delegado Isaias Confort.

No mês passado, um menor de 15 anos, suspeito de ter dado as facadas no comissário de justiça. O menor confessou ter esfaqueado Breno Henrique Castro Félix, de 23 anos. O comissário do Juizado da Infância e Juventude estava em um bar com amigos, perto da faculdade onde ele estuda, no bairro Vila Pinto, quando foi atacado.

Segundo a polícia, as investigações sobre o caso ainda continuam.

Alta do hospital
O comissário Breno Henrique Castro Félix, de 23 anos, ainda não consegue andar e vai precisar fazer fisioterapia. O adolescente de 15 anos, suspeito de dar as facadas, foi apreendido e confessou a tentativa de homicídio. Para a polícia, ele disse que já conhecia a vítima e que os dois já tinham tido um desentendimento anterior.

No entanto, em entrevista à EPTV Sul de Minas, o comissário negou que conhecia o adolescente e disse que não acredita que o trabalho dele possa ter motivado o ataque.

"Eu nunca vi esses meninos. Foi covardia, porque eu não tinha rixa com ninguém. Não gosto de briga, nunca briguei com ninguém, todo mundo sabe que eu não gosto de briga", disse Breno.