Saúde Bucal de Varginha em Destaque

Saúde Bucal de Varginha é premiada com 1º lugar em Minas 
e 2º lugar no Brasil no X Prêmio Brasil Sorridente

O Setor de Saúde Bucal da Prefeitura de Varginha foi premiado com o 1º lugar em Minas Gerais e 2º Lugar no Brasil no X Prêmio Brasil Sorridente, concurso organizado pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO). Em 2014, Varginha havia alcançado o 1º Lugar em Minas e o 3º Lugar no Brasil. Essa premiação demonstra que todos os esforços e práticas efetivadas estão de acordo com os conhecimentos científicos atuais e dão a Prefeitura de Varginha, a certeza de ter alcançado o principal objetivo de trabalho, que é proporcionar aos munícipes uma atenção odontológica humanizada e de qualidade.

A odontologia municipal veio ao longo dos anos ampliando serviços e incorporando avanços e novas tecnologias que proporcionaram melhorar, consideravelmente, a qualidade da atenção em saúde bucal.

Hoje a equipe é formada por 56 dentistas e 50 auxiliares que atuam em consultórios localizados em escolas municipais e estaduais, em unidades de atenção primária, unidades de saúde da família, SESMT e no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). Esses profissionais realizam uma atenção integrada, seguindo protocolos de referência e contra-referência que possibilitam o acompanhamento do paciente desde a atenção primária até a especializada.

A modernização dos serviços passa, também, pela compra de novos equipamentos, pela aquisição de insumos odontológicos de qualidade, pela melhoria da estrutura física dos consultórios e pela organização e descrição de Procedimentos Operacionais Padrão (POP) para todos os mecanismos de desinfecção e de controle de infecção.

A eficiência na prestação do serviço odontológico municipal, certamente, é fruto de uma gestão consciente e do trabalho responsável de toda a equipe de dentistas e auxiliares. Tal serviço foi por dois anos consecutivos reconhecido e coroado com a premiação no Concurso Brasil Sorridente, organizado pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO) e Ministério da Saúde.