Geração Y enfrenta desemprego pela primeira vez

- Para os jovens, nos últimos meses, as condições 
de trabalho pioraram consideravelmente -

Os jovens nascidos entre as décadas de 80 e 90 a chamada “geração da internet” cresceram convivendo com as novidades do mundo da tecnologia. Essa geração, que é acostumada a trocar de emprego com certa frequência, sempre em busca de novos desafios e crescimento profissional constante, agora se depara com o desemprego que bate à porta dos brasileiros com mais intensidade este ano.

Eles cresceram justamente em um período em que o País estava em prosperidade econômica. Viram de perto o desenvolvimento econômico, as empresas investindo pesado em contratações com altos salários, mesmo sendo jovens sem experiência profissional, mas com conhecimentos tecnológicos e "antenados" com todas as novidades do mercado.

Mas, agora o quadro é diferente, a taxa de desemprego aumenta cada vez mais, principalmente entre os jovens. Essa geração era tão acostumada a mudar constantemente de emprego, que até levaram as empresas a pensar em estratégias para reter talentos. O consultor e especialista em Psicologia Organizacional, Odilon Medeiros explica que agora, diante deste novo cenário, em sua primeira crise, os jovens precisarão aprender a lidar com a inquietação que é tão característica.

Medeiros aconselha que os jovens façam escolhas e um planejamento não apenas para a próxima recolocação, mas para os próximos ciclos da carreira. Recorrer ao networking também é uma boa opção para ampliar a visibilidade e se conectar a novas oportunidades. “Identifique oportunidades e pontos que podem ser desenvolvidos para chegar onde deseja e vá em busca dessa preparação”.

Segundo o IBGE, entre maio do ano passado e maio desse ano, o desemprego subiu 4,9% para 6,7%, afetando principalmente jovens de 18 a 24 anos. E com o número de demissões cada vez aumentando mais, empresas estão atribuindo mais funções aos colaboradores, também consequência da crise que leva à da redução do quadro.

* Odilon Medeiros é Mestre em Administração, Especialista em Psicologia Organizacional, Pós-graduado em Gestão de Equipes, MBA em Vendas, consultor e palestrante.