Maestro do Coral do Presídio de Varginha ganha prêmio


O maestro Elias de Brito Pereira, professor de música do Presídio de Varginha recebeu uma homenagem do Curso de Pedagogia 4º Período do Unis de Varginha, na última segunda-feira (28). Ele foi agraciado com o prêmio “Práticas de Uma Educação Não-Formal Rubem Alves” por seu desempenho no projeto do Coral do Presídio.

Há três anos à frente do Coral, o professor Elias se dedica diariamente, ministrando aulas para os 15 detentos que compõem o grupo. Durante o evento, os integrantes do coral apresentaram quatro canções. Também esteve presente o Diretor Geral do Presídio de Varginha, Rodolfo Correa Bandeira. “É uma emoção muito grande ter esse reconhecimento, pois a gente realiza o nosso trabalho com muito amor e dedicação e perceber que isso tem tocado as outras pessoas, de maneira positiva, é muito recompensador”, disse o maestro Elias.

O Coral

O coral do presídio, denominado Coral Raízes do Futuro, atualmente conta com a participação de 15 detentos. Todos os dias há aulas de músicas e ensaios. Os detentos que participam têm a remissão por participar das aulas de músicas.

As aulas são realizadas na Escola, que fica dentro do presídio e as apresentações externas têm se tornadas famosas em eventos de Varginha e Região.

Recentemente o projeto foi agraciado com o prêmio Festival da Canção Prisional – Festipri -com a música “Fonte da Vida” composta pelos reeducandos: Taylor Garcia de Souza Tobias e Maurilio Teixeira Caixeta. A canção ficou em 1º Lugar entre as Unidades Prisionais do Sul de Minas.

PARABÉNS A TODOS ENVOLVIDOS NESTE PROJETO