Programa Cultivando Água Boa “Muro das Lamentações”

Reunião faz balanço das ações já realizadas 
e define data para o “Muro das Lamentações”


Cerca de 50 pessoas participaram nesta quarta-feira, 4, no salão da Igreja Matriz do Mártir São Sebastião, de uma reunião sobre o Programa Cultivando Água Boa (CAB) – uma iniciativa implantada no oeste do Paraná pela Itaipu Binacional e que tem grande alcance na preservação ambiental, mobilização da sociedade e conscientização da importância de ações efetivas em prol do meio ambiente.

O secretário municipal do Meio Ambiente, Joadylson Barra Ferreira, saudou todos os presentes e o secretário municipal da Agricultura, Estevam Tavares, reafirmou que a preservação ambiental é um dos pilares da Administração Municipal do prefeito Antônio Silva. Logo em seguida, o gerente da Divisão de Operação e Manutenção Sul da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Luiz Eduardo Carvalho Gomes, abordou que já houve reunião em Belo Horizonte comprovando que o CAB está se disseminando pelo Estado e que o prefeito de Cambuquira já procurou o Governo de Minas solicitando a implantação do Programa no município, assim como Baependi.

A analista de Meio Ambiente da Copasa, Ana Paula Moreira de Faria falou do diagnóstico realizado na região do Ribeirão Santana – local escolhido para iniciar esse programa pioneiro em Minas Gerais, já que Varginha foi o primeiro município mineiro a ser convidado para receber o CAB. Um “drone” já fez registros da região e deverá sobrevoar o local novamente no início do próximo ano quando já será possível analisar fotos e comparar situações da natureza.

Foi ressaltado que agora já foram instaladas lixeiras nas principais estradas rurais de Varginha. Também foi citado que ainda falta conscientização de pessoas que moram na cidade e não preservam água, sendo que, por exemplo, algumas ainda lavam carro com mangueira em plena crise hídrica, inclusive havendo a sugestão para que seja criado um projeto de lei de implantação de multa para quem não preserva.

Hoje o Comitê Gestor do CAB em Varginha é composto por 43 entidades. Foi criada uma página no Facebook do “Programa Cultivando Água Boa - Sul de Minas”, sendo que através dessa iniciativa poderá ser criado também um Facebook do CAB de Varginha.

Confira os municípios da região, além de Varginha,  que estão implantando o CAB:

Itajubá, Santa Rita do Sapucaí, Pedralva, Brasópolis, Piranguinho, Pouso Alegre, Andradas, Monte Sião, São Sebastião do Paraíso, Capitólio, São Tiago, Campos Gerais e Campo Belo.

Emater

Na reunião, foi divulgado que chegaram na Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) de Varginha, em parceira com a Copasa, mudas frutíferas que estão na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) São José, da microbacia do São José e Urupês. Vinte e um produtores do Ribeirão Santana e dos Martins vão receber as mudas de manga, laranja, limão, ponkan, goiaba, acerola e abacate. São Kits de 13 mudas para cada uma das 21 famílias já cadastradas.

Câmara Municipal

Representando a Câmara Municipal de Varginha, o vereador Rogério Bueno leu um relatório que o vereador Adilson Rosa apresentou em reunião da Câmara, de uma visita que ele fez na região Sul do país, por iniciativa particular, no CAB da Itaipu Binacional.

Coleta seletiva

O secretário municipal de Meio Ambiente, Joadylson Barra Ferreira, apresentou o andamento da implantação da Coleta Seletiva no município, num cumprimento de compromisso de campanha da Administração do prefeito Antônio Silva.

Sequência do CAB em Varginha

O próximo passo do CAB em Varginha será no dia 28 de novembro, um sábado, quando será realizada a Oficina de Futuro, chamada de “Muro das Lamentações” quando os moradores da região do Ribeirão Santana vão apresentar por escrito problemas enfrentados na localidade; posteriormente, será realizado o evento “Árvore da Esperança e Caminho Adiante”, quando esses mesmos moradores vão apresentar sugestões. Esses eventos seguem logística do CAB.

Participaram da reunião desta quarta-feira representantes da Prefeitura, através das Secretarias Municipais do Meio Ambiente, da Agricultura, de Turismo, de Obras e da Educação, além da Guarda Civil Municipal; do Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do Sion; da Copasa, da Câmara Municipal, Superintendências Regionais de Saúde e de Educação, Instituto Estadual de Florestas (IEF), Polícia Militar, Polícia Ambiental, Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Conselho Municipal de Meio Ambiente (Codema), Conselho Municipal de Saúde, Conselho Municipal do Desenvolvimento Rural Sustentável,  Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Comsea), Corpo de Bombeiros, Blog Viva Rio Verde, Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Emater, Pedreira Santo Antônio, Associação de Proteção Ambiental de Varginha e Região (Apavar) e Paróquia do Mártir São Sebastião.