Varginha se mobiliza para o I Seminário para Mulheres nesta terça, 17


Mulheres são especialmente convidadas para o “I Seminário para Mulheres de Varginha – mais Direitos, Participação e Poder para as Mulheres” que terá como tema “Conselho da Mulher: Pra que? E porque?” que será nesta terça-feira, 17, no Teatro Capitólio, a partir das 12h30.

A presidente da Comissão Organizadora do Seminário, a ouvidora do Município Rosalina Reis, ressalta que é de suma importância à participação efetiva feminina. “Será a oportunidade para que exponham suas dificuldades ou apresentem sugestões para serem adotadas”, diz. Devem participar principalmente as vítimas de violência, as que têm dificuldades na inserção ou reinserção no mercado de trabalho e também as bem sucedidas, as donas de casa e todas as interessadas e também homens interessados em contribuir com a causa feminina.

Rosalina explica que o Seminário surgiu depois que na II Conferência Municipal de Políticas Públicas para Mulheres de Varginha, em setembro, detectou-se a necessidade de reativar o Conselho Municipal das Mulheres, cuja última ata é do ano de 2010. Vão ser expostos no Seminário dados sobre o que a Administração Municipal faz em prol das mulheres como as creches, por exemplo. Também serão mostrados os trabalhos na área da saúde. A delegada Ângela Frutado Braga também vai falar sobre a violência contra a mulher. Destaque para a palestra de Edelweiss Soares, representante da Secretaria Estadual de Direitos Humanos, que vem de Belo Horizonte para falar sobre a atuação do Conselho Municipal.

Apesar de algumas leis em favor do público feminino como a Maria da Penha (2006) e a recente do feminicídio (2015) classificando como crime hediondo e com agravantes quando acontece em situações específicas de vulnerabilidade (gravidez, menor de idade, na presença de filhos, etc.) ainda são comuns crimes bárbaros contra as mulheres.

O Seminário será aberto com credenciamento às 12h30, no Theatro Capitólio. Logo após, será composta a mesa, ocorrerão exposições de dados, dinâmicas de grupo, apresentação cultural e por fim o encerramento está previsto para as 18h30. A Prefeitura apoia com mobilização das Secretarias de Governo, Educação, Saúde, Administração, Habitação e Desenvolvimento Social, além da Fundação Cultural.