Copasa e Prefeitura assinam ordem de serviço para início das operações do Aterro Sanitário

Com investimento aproximado de R$ 500 mil, 
empreendimento deve ser concluído no segundo semestre deste ano.


A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e a Prefeitura de Varginha assinaram na tarde de quinta-feira, 14, Ordem de Serviço para o início das obras do Aterro Sanitário de Varginha. Participaram do ato, que aconteceu no Gabinete do Prefeito,  a presidente da Copasa, Sinara Meireles, o diretor de Operação Sul da Copasa, Frederico Ferramenta, o prefeito de Varginha, Antônio Silva, o vice-prefeito Vérdi Melo e o secretários de Meio Ambiente, Joadylson Ferreira.

Com o início das operações, Varginha será a primeira cidade a ter um aterro sanitário administrado pela Copasa, se tornando referência em saneamento básico ao ter água, esgoto e resíduos sólidos tratados, o que contribuirá diretamente para a melhoria da qualidade de vida da população”, afirmou Frederico Ferramenta.

Em entrevista a imprensa, a presidente da Copasa explicou que o empreendimento contempla a adequação e impermeabilização da plataforma do aterro, lagoa de armazenamento de chorume, poço de monitoramento da qualidade da água do lençol freático, instalações elétricas e hidráulicas, além do prédio da administração, dentre outros serviços. “Dentro de 30 dias deveremos iniciar os trabalhos na recuperação da manta de impermeabilização do aterro. Estamos trabalhando para iniciar as operações no final do segundo semestre de 2016. O mais tardar no início de 2017”, disse Sinara  Meireles.

“Hoje realmente é um grande dia para Varginha, pois damos mais um importante passo nesta parceria com a Copasa para a ativação do Aterro Sanitário. Um ganho extraordinário para o município e para a qualidade de vida de nossa população”, disse o Prefeito Antônio Silva que adiantou que o serviço não resultará em custo para o consumidor. Trata-se de um convenio entre a Prefeitura e a Copasa”, esclareceu.

O Contrato de Programa concedendo os serviços de disposição final de resíduos sólidos urbanos de Varginha para a Copasa foi assinado em dezembro de 2014. Desde então, a Companhia iniciou a elaboração do projeto executivo e providenciou o licenciamento ambiental para, em seguida, licitar as obras do Aterro Sanitário.

A Copasa será responsável pelos serviços por um período de 26 anos, contados a partir do início de operação. Além da adequação do Aterro Sanitário, a Companhia realizará as ampliações necessárias no local e avaliará a utilização de novas tecnologias de reciclagem que possibilitem o aumento da vida útil do espaço. “Com investimento aproximado de R$ 500 mil, as obras do Aterro Sanitário de Varginha estão previstas para serem concluídas no segundo semestre de 2016”, explica Frederico Ferramenta.

O Aterro Sanitário de Varginha atenderá todas as exigências legais e ambientais. Para isso, contará com a impermeabilização de base para evitar infiltração de líquidos, drenagens internas para direcionamento do chorume para tanque de acumulação e posterior tratamento, descarga e compactação dos resíduos para conferir maior estabilidade do maciço, cobertura dos resíduos para evitar proliferação de vetores e todos os monitoramentos ambientais necessários.