Homem se entrega à polícia após matar e enterrar cunhado em parque em Varginha


Um homem foi preso depois de se arrepender de um crime e ele mesmo chamar a polícia neste domingo (1º) em Varginha. Na sexta-feira (30), ele matou o cunhado e o enterrou no Parque São Francisco, em uma área de mata, de preservação ambiental.

Segundo a Polícia Militar, o churrasqueiro Cosme Pereira Lima, de 30 anos, teria tido uma discussão com o cunhado, o servente de pedreiro Luiz Carlos de Jesus, de 32 anos, na última sexta-feira (29). Conforme o autor do crime informou à polícia, o cunhado teria ameaçado de matar a irmã dele.

Pouco depois, o cunhado o chamou para ir até o Parque São Francisco para cortar madeira. Em determinado momento, o servente teria tentado esfaquear o churrasqueiro, que sofreu cortes no braço. Ele então reagiu, conseguiu derrubar o servente e deu vários golpes de facão.

O churrasqueiro chegou a abandonar a cena do crime, mas depois retornou no mesmo dia e cavou um buraco raso, onde enterrou o cunhado. Neste domingo, depois de ver um sobrinho chorando e perguntando pelo pai, o churrasqueiro se arrependeu e decidiu ligar para a polícia para confessar o crime.

Ele levou os policiais até o local onde estava o corpo e se entregou. Segundo o tenente Marcos Antônio Goulart, da Polícia Militar, a hipótese mais provável para a motivação do crime é mesmo a desavença de família.

(Com G1)