Sete motivos para fazer um consórcio

No atual cenário vivenciado na economia brasileira, o consórcio é uma modalidade atraente para os clientes, principalmente, por não ter incidência dos juros, já que os mesmos estão altos. Porém, muitos consumidores têm dúvidas.  Assim, abaixo, apresento sete dicas para sanar as questões mais frequentes identificadas junto aos clientes:

1- O consórcio:
É um produto que já está no mercado há mais de 50 anos e têm sido a escolha de muitos brasileiros na hora de investir e realizar o sonho da casa própria, ou na compra de um carro com planejamento e segurança.  Muitas empresas têm o consórcio em sua carteira de produtos, geralmente, como segunda ou terceira opção. Por isso, é importante pesquisar para escolher com quem fechar o negócio.
 Empresa especializada e com atendimento exclusivo é o ideal. Todo cuidado é necessário. Verifique as taxas que mais se adequem ao seu orçamento, confira se a administradora é afiliada a ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio) e regulamentada pelo Banco Central.

2- Consórcio X Poupança:
O consórcio é um produto único, e por isso não cabe comparações. Porém, alguns economistas apresentam um paralelo entre o consórcio e a poupança, quando a pauta é investimento. Mas, há diferenças. No consórcio o cliente tem a possibilidade de ser contemplado por sorteio ou lance e com isso antecipar a compra, já na poupança, este só terá condições de retirar o dinheiro ou adquirir um bem quando o valor poupado atingir o montante suficiente para comprá-lo. Porém, o poupador precisa ser muito disciplinado e depositar todo mês o valor correspondente ao que ele pagaria na parcela do consórcio.
Não pode esquecer também das atualizações dos preços do bem que escolheu, para quando for comprar os valores não estejam defasados.

3- Consórcio x financiamento:
Esse comparativo pode ser feito, entretanto, para a pós-contemplação. Neste caso, as diferenças de taxas são grandes. É necessário considerar que, enquanto não contemplado, o consorciado na verdade é um poupador que investe enquanto paga as parcelas e, tem o crédito valorizado anualmente, por conta da atualização dos preços que ocorrem a cada 12 meses.
Quando contemplado, já com o bem na mão, podem ser traçados os diferenciais das duas modalidades. No financiamento o cliente paga as taxas de juros mensais na faixa de 1,5 a 3% ao mês. Já no consórcio  pagará a média de 0,20% de taxa de administração (7 a 15 vezes menos que o financiamento).
Com o consórcio não há a incidência de juros, por isso, existe essa grande diferença nos valores. Apesar de, ao realizar o financiamento o cliente ter o bem de imediato, pagará por isso valores muito altos. Vale dizer que ganha mais quem se programa para retirar o seu bem pela primeira modalidade, pois também participa de sorteios mensais, com a possibilidade de ofertar lances e assim antecipar a compra.

4- Consórcio para trocar de carro:
É a forma ideal para quem tem ou pretende fazer compras planejadas. Com esses procedimentos fica mais fácil investir o dinheiro. Por exemplo, o cliente já possui um veículo e pretende trocá-lo daqui algum tempo, é só escolher um plano que caiba no bolso, com parcelas acessíveis e ainda ter como vantagem a possibilidade de oferecer o veículo que já possui como lance, ou ser contemplado por sorteio e retirar o veículo novinho antes mesmo do plano terminar.

5- Presente:
É comum pais presentearem seus filhos com o primeiro carro ou moto, por meio do consórcio. Além de ser seguro, pode ser feito com parcelas mais acessíveis.

6- A casa própria:
Existem diversas modalidades de consórcios para imóveis, desde os residenciais, comerciais, na cidade, no campo e na praia. Há também a possibilidade de construção e reforma e até mesmo para compra de terrenos.
O sistema é parecido com o do automóvel, porém com créditos e prazos maiores, o que torna a parcela bem acessível. É uma boa opção, pois permite o uso do FGTS. O produto é ideal para quem pensa no futuro e quer adquirir ou ampliar o patrimônio, sem pagar juros proibitivos e taxas abusivas.

7- O consórcio é mais acessível:
Apresentei aqui alguns motivos e dicas para quem pretende investir no futuro e realizar um sonho. Se você pensa nisso e gostaria de adquirir um bem de uma maneira planejada e segura, o consórcio é a melhor opção. Pesquise, faças as contas e compare. Escolha algo que caiba no seu bolso e atenda às suas necessidades.

*Carlos Eduardo de O. Corsi é Consultor de Vendas  do Consórcio Nacional Embracon, empresa com mais de 27 anos de experiência no mercado.