REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA TRATA DO FUTURO DO CAMPEONATO AMADOR DE VARGINHA


Na noite de terça feira (22), na sede da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer - SEMEL, foi realizada reunião extraordinária para buscar uma solução para a continuidade do “AMADORZÃO 2016”. Estiveram presentes os dirigentes dos clubes São Bento, Roma, Vargeana e Registânea, representando a totalidade dos seus respectivos jogadores/atletas, Capitão Alexandre e Tenente Torga pela Polícia Militar, Tenente  Oliveira, Sargento Ferreira e Sargento Douglas do Corpo de Bombeiro,  o Comandante Gerson Trindade,  da Guarda Civil Municipal,  Eduardo Sepinni, chefe do DEMUTRAN, o Secretário  de Esporte, Milton Junior, os servidores da SEMEL José Braga da Silva Júnior, Jaime Roberto Alves Macedo, Marco Antônio Reis, Emerson Tavares e Naira Alves da Costa, representando a organização.

Levando em consideração a vistoria realizada na SEMEL pelo Corpo de Bombeiro, neste mesmo dia foi comunicado que o local não está apto para receber os jogos do campeonato Amadorzão, tendo em vista as exigências apontadas pelos mesmos como instalação de corrimãos, extintores, luminárias, adequação das saídas de emergências, placas de sinalização, bem como as arquibancadas estão inadequadas.

Neste momento foi levantada a impossibilidade da Prefeitura realizar estas adequações a tempo, por ter de seguir o princípio da legalidade, além de atender a Lei de Licitações. Lado outro, indeferido o local pelo Corpo de Bombeiro, após vistoria in loco, a Polícia Militar manifestou que, sem o laudo de aprovação daquele órgão de prevenção não poderá realizar e apresentar efetivo com policiais militares nos jogos.

Novamente, conforme já apontada na reunião anterior, os presentes se preocupam com a segurança dos participantes, especialmente, idosos, crianças e etc. Cogitado quanto à redução de torcida, ficou inviável tal apontamento, pois estaria tratando os torcedores de modo desigual, bem como evitaria manifestações inadequadas no exterior da SEMEL, pela torcida compelida de adentrar ao campo.

Em debates e acordos, analisando a impossibilidade de realizar estes jogos na SEMEL, por não apresentar segurança, tão pouco comportar as torcidas, ficou melhor e prudente no entendimento do Secretário de Esporte, dos representantes da organização, órgãos de segurança e militares, e para segurança de todos, aguardar a liberação do Estádio Municipal Melão para a realização das partidas finais, “ou caso consigamos nos adequar as exigências do Corpo de Bombeiros em tempo hábil,  no campo da SEMEL “, justificou o secretário Milton Júnior.